HOME EMPRESA SERVIÇOS BLOG HACADEMY CURSOS NA MÍDIA PUBLICAÇÕES AGENDA CONTATO
Buscar  
NA MÍDIA
Para onde a água vai

O rio corre para o mar, diz a letra da canção. Com bem menos poesia, sabemos que o que a canção não diz é que a água doce num mar de água salgada vira água salgada. Como grande parte dos rios é alimentado pela água armazenada no subsolo, nos aquíferos, ao bombearmos água de poço para nosso uso, quer seja ela água mineral em garrafas ou galões, ou água para irrigação e para uso doméstico e industrial, é fácil perceber e admitir que retiramos mais água dos reservatórios subterrâneos do colocamos de volta. O colocar de volta resume-se tão somente à água de chuva que se infiltra, recarregando os aquíferos.

Esta preocupação está ocupando as mentes e os braços de muitos pesquisadores e os resultados começaram a surgir, confirmando largamente o que já se presumia: os reservatórios estão armazenando menores quantidades de água, quantidade essa que vem diminuindo aceleradamente nos últimos anos.

O colega Lenny Konikow, com quem conversei e convidei a vir para o Brasil, do Serviço Geológico Americano (USGS), havia apresentado em 2013 informações  sobre os principais aquíferos americanos, indicando o dado impressionante que o rebaixamento de nível de água dos últimos 8 anos corresponderam aos quase 100 anos anteriores naqueles aquíferos.

Agora recentemente, em julho de 2015, usando dados do programa GRACE (Gravity Recovery and Climate Experiment) uma missão que usou dois satélites durante mais de 10 anos para geração de dados de clima e de água no planeta, um grupo de pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Irvine, liderados por Alexandra Richey, publicou na Water Resources Research um artigo que mostrou que de 37 grandes aquíferos, reservatórios naturais no subsolo, 21 deles mostram que o seu volume armazenado vem diminuindo. Dentre estes, o nosso conhecido Sistema Aquífero Guarani.

Dos rios e dos aquíferos para o mar, nossa água percorre um longo caminho onde ela perde qualidade e diminui as reservas disponíveis para nosso uso. Nossa saída sustentável é clara e objetiva, precisamos trabalhar por água sustentável: termos mais água limpa e armazenamos mais. Mais água limpa significa mais e melhores tratamentos. E mais armazenamento significa aumentarmos a recarga dos aquíferos de forma induzida, provocada pelo homem. O rio corre para o mar, que corra portanto com água limpa e somente na quantidade natural, sem desperdícios. Água sustentável: apoie esta ideia!

Av. São Camilo, 476 | Granja Viana | São Paulo | SP | Fone: (11) 4612-0480 | 4612-1124 | 4612-2389 | 4612-9673 | hidroplan@hidroplan.com.br
© 2017 HIDROPLAN - CG PROPAGANDA